O que é a mamoplastia de aumento?

É a cirurgia para as mulheres que desejam aumentar o volume das mamas com uma prótese de silicone.

A mamoplastia de aumento também conhecida como Cirurgia para Aumento das Mamas ou Cirurgia para Colocação de Prótese de Silicone nas Mamas.

Quais mulheres são candidatas a uma mamoplastia de aumento?

As mulheres que podem se beneficiar dessa cirurgia são aquelas que nasceram com mamas menores do que gostariam, que apresentaram uma redução do volume mamário após a gestação ou pelo avançar da idade e aquelas que apresentam mamas assimétricas e que desejam torná-las mais semelhantes por meio do aumento do seio menor.

Por fim, são candidatas também as mulheres submetidas a uma mamoplastia redutora que resultou em um volume mamário inferior ao desejado por elas.

Como escolher a prótese de silicone certa?

As próteses de silicone apresentam diferentes volumes, formatos (redondo ou anatômico), diâmetros de base, projeções anteroposteriores e materiais que formam o invólucro que cobre o gel de silicone. Outras variáveis que devem ser levadas em conta para a escolha da prótese dizem respeito à própria paciente: o grau desejado de aumento dos seios, diâmetro do tórax e volume de tecido mamário já apresentado pela paciente.

Após explicação e análise de todos esses fatores, a paciente e o cirurgião plástico decidirão, conjuntamente, qual o tipo de prótese mais adequado para atingir o resultado almejado.

Como é feita a cirurgia?

Além do tipo de implante de silicone, é necessário escolher a via de acesso da cirurgia, ou seja, onde será feita a incisão por onde será colocada a prótese: sulco inframamário, região periareolar ou axila. Nem todas as pacientes podem escolher qualquer uma das três. Por exemplo, para optar pela via periareolar, na qual a cicatriz geralmente se localiza ao redor da metade inferior da aréola, é necessário que a paciente tenha um diâmetro mínimo de aréola. Converse com a nossa equipe para saber que via de acesso pode ser utilizada no seu caso e quais as vantagens e desvantagens de cada uma delas. Por fim, é preciso decidir se a prótese ficará acima ou abaixo do músculo peitoral maior.

De modo geral, em mulheres muito magras e com pouco tecido (pele, subcutâneo e glândula mamária) para recobrir o implante, opta-se pelo plano submuscular (abaixo do músculo peitoral maior), pois dessa forma a prótese ficará melhor protegida e com aspecto mais natural. Como desvantagem, a cirurgia para colocação da prótese no plano submuscular apresenta um período pós-operatório levemente mais doloroso quando comparada à colocação em plano subglandular ou subfascial (acima do músculo). A cirurgia pode ser realizada sob anestesia geral ou sob anestesia local associada à sedação. Para mais informações sobre anestesia, acesse a nossa seção de Perguntas Frequentes.

Quando é aconselhável associar uma mastopexia à colocação de uma prótese de silicone (mastopexia com prótese)?

Quando a paciente apresenta mamas flácidas e caídas ou quando apresenta aréolas muito maiores do que desejaria, o ideal é associar a colocação da prótese a uma Mastopexia. Assim, além de aumentar os seios, o cirurgião pode elevá-los. A experiência do Projeto Mama mostra que a colocação de implantes de silicone em mamas flácidas (sem a retirada do excedente de pele), ainda que possa apresentar um resultado satisfatório no pós-operatório imediato, leva a uma queda precoce das mamas juntamente com os implantes: a paciente acaba com seios maiores, porém caídos. Quando a mulher apresenta flacidez e quer aumentar os seios, associar a Mastopexia prolongará os benefícios estéticos da cirurgia.

As próteses precisam ser trocadas no futuro?

Embora sejam constantemente aperfeiçoadas, ainda não é possível considerar as próteses de silicone como duráveis para a vida toda.Apesar disso, o conceito de trocas periódicas ainda é controverso dentro da comunidade científica e não se pode afirmar com precisão em quantos anos as próteses atuais deverão ser trocadas.

O importante é deixar muito claro: a troca não é indicada porque a permanência do silicone dentro do corpo humano cause qualquer malefício para a saúde, mas é motivada por razões estéticas ou álgicas (quando estão associadas a algumas alterações que causem dor).
Converse com os nossos cirurgiões para mais informações sobre a mamoplastia de aumento e sobre quais fatores devem ser levados em conta para programar a troca das próteses mamárias.

Vale a pena ler:

- A seção do nosso blog dedicada a Mamoplastia, na qual discutiremos os temas atuais e controversos sobre o assunto.

Ficaremos felizes em receber dúvidas e sugestões de assuntos para posts futuros (você pode enviá-las aqui).

O que é a mamoplastia redutora?

É a cirurgia que visa diminuir o volume dos seios das mulheres que assim desejarem, além de elevá-los e melhorar a sua forma. É também conhecida como Mastoplastia Redutora ou Cirurgia Plástica para Redução das Mamas.

Quais mulheres são candidatas à mamoplastia redutora?

• Pacientes que apresentam seios maiores do que gostariam. Após a cirurgia, essas mulheres podem se sentir mais confortáveis com as suas proporções corporais e encontrar um leque mais amplo de roupas e sutiãs que se adequem melhor ao seu corpo.

• As pacientes que consideram que o tamanho exagerado das mamas dificulta a prática de esportes. Para elas, a Mamoplastia Redutora pode proporcionar uma maior liberdade de movimento.

Quais mulheres são candidatas à mamoplastia redutora?

• Em algumas mulheres, seios excessivamente grandes podem causar dores nos ombros, no pescoço e nas costas, provocar impressões dolorosas das alças do sutiã nos ombros, além de propiciar irritação e vermelhidão no sulco das mamas. Após a cirurgia, esses sintomas podem ser aliviados, pois as mamas estarão não apenas menores, mas também mais leves.

Observação: do ponto de vista estético, é importante lembrar que o conceito de tamanho “adequado” dos seios é subjetivo e que cada mulher sabe, melhor do que ninguém, qual o volume mamário proporcional para o seu corpo.

Como é feita a cirurgia?

Existem inúmeras técnicas. Em todas elas, o objetivo é remover o excesso de glândula mamária, gordura e pele para que a mama assuma o tamanho desejado pela paciente. Além disso, as mamas são modeladas para adquirirem um formato agradável e para corrigir a ptose mamária (“seios caídos”). No Projeto Mama, a Mamoplastia Redutora é realizada sob anestesia geral.

O resultado é permanente?

Caso a paciente não engorde, os seios tendem a manter o seu volume e podem ainda sofrer uma redução volumétrica por conta do envelhecimento e pelas gestações. A mama é constituída por parênquima mamário (glândula mamária) e tecido gorduroso e, consequentemente, quando a mulher ganha peso, o componente gorduroso dos seios também pode aumentar, provocando um aumento da mama como um todo. Além disso, a perda de elasticidade da pele com o passar dos anos pode levar a uma queda progressiva das mamas.

Para saber mais sobre a Mamoplastia Redutora, entre em contato conosco clicando aqui. Ficaremos felizes em atendê-las e tirar todas as suas dúvidas.

Mastopexia

Mastopexia é uma cirurgia para elevar as mamas (“lifting”) e/ou alterar o seu formato sem modificar acentuadamente o seu volume. Também conhecida como Pexia Mamária, Lifting das Mamas ou Suspensão das Mamas.

Quais mulheres são candidatas à mastopexia?

O envelhecimento, a gravidez e o emagrecimento acentuado podem levar à flacidez em diversas partes do corpo, inclusive das mamas, que podem tornar-se caídas (condição conhecida como Ptose Mamária) e adquirir uma forma inestética. Além disso, o mamilo e a aréola também podem assumir uma posição inferior.

Muitas mulheres desejam apenas corrigir as alterações anteriormente citadas (seios caídos com formato inestético), sem alterar muito o volume das mamas. Essas são as mulheres que podem se beneficiar da Mastopexia. Além disso, a Mastopexia pode ser útil para reduzir a diferença entre as mamas (Assimetria) e pode ser aproveitada para outras correções desejadas pela paciente, como redução do tamanho da aréola e do mamilo.

Caso a paciente apresente nódulos e outras lesões benignas com indicação para análise histológica, esta cirurgia também pode ser a oportunidade para abordar tais lesões. Nesses casos, o ideal é que estas lesões só sejam retiradas após avaliação de um mastologista. Tanto a retirada da lesão benigna pelo mastologista como a plástica mamária pelo cirurgião plástico podem ser realizadas durante a mesma anestesia.

Como é feita a cirurgia?

Existem diversas técnicas de Mastopexia. O objetivo de todas elas é retirar o excesso de pele dos seios para tratar sua flacidez, reposicionar o mamilo e a aréola superiormente e moldar o tecido mamário de modo que a mama fique mais firme e com um formato esteticamente agradável. A paciente deve discutir com o seu cirurgião qual a técnica mais indicada para ela. Em geral, a Mastopexia é realizada sob anestesia geral.

O que é mastopexia com prótese?

Algumas mulheres desejam aumentar as mamas, mas apresentam flacidez mamária. A simples colocação de uma prótese de silicone nessas pacientes resultaria em uma mama maior, porém caída. A opinião do Projeto Mama é: a colocação de uma prótese de silicone, por si só, não corrige a flacidez ou ptose mamária. Para mulheres que apresentam seios flácidos e que desejam aumentá-los, recomendamos a associação da Mastopexia à colocação da prótese de silicone.

O resultado é permanente?

Não. A Cirurgia Plástica não interrompe o processo de envelhecimento que leva à flacidez das diferentes partes do corpo. Além disso, caso a paciente tenha uma gestação após a Mastopexia, muito provavelmente seus seios ficarão mais flácidos após o parto e a amamentação. Idealmente, a paciente que deseja uma Mastopexia dever manter o peso corporal estável antes e após a cirurgia. As flutuações acentuadas de peso (“efeito sanfona” – pessoas que engordam e emagrecem sucessivamente) podem tornar os seios flácidos e caídos, ainda que em intensidade menor do que antes da Mastopexia. Não obstante, os efeitos da cirurgia podem durar anos e a paciente pode se submeter à mesma cirurgia no futuro, se assim desejar.

Para saber mais sobre a Mastopexia ou Mastopexia com Prótese, entre em contato conosco clicando aqui. Ficaremos felizes em atendê-las e tirar todas as suas dúvidas.